BIODIVERSIDADE NA WEB / SERRALVES
Nome Científico
Viburnum odoratissimum Ker.
Nome comum
viburno-cheiroso, viburno, viburno-doce
Tipo de origem
Origem

Ásia (China, Japão e Ásia Tropical (Índia, Malásia, Tailândia e Vietname)).

 

Habitat

Áreas florestais até 1200 m.

Flor
Fruto
Folha
Porte
Tronco
Autor
Ker.

Descrição

O Viburnum odorantissimum é um arbusto elevado ou árvore, sempre-verde, que pode atingir 10 m de altura. As folhas são grandes, de ovadas a obovadas, verde‑brilhantes, opostas, com cerca de 14 cm de comprimento, coriáceas, toscamente dentadas. Flores brancas, pequenas, agradavelmente perfumadas, dispostas em panículas grandes, agrupadas em panículas terminais. Os frutos são drupas que passam de vermelho a negras na maturação.

Forma de Vida
Tipo de Reprodução
Perenidade
perenifólia
Ínicio de Floração
Abril
Fim de Floração
Julho
Inflorescência
Cor da Flor
branco
Tipo de Folha
Inserção de Folha
oposta
Margem da Folha
dentada
Limbo da Folha
Tipo de Fruto
Consistência do Fruto
Maturação do Fruto
Agosto
Observações

As espécies autóctones e aclimadas do género Viburnum encontram-se entre os arbustos de jardim mais decorativos. Os seus frutos são venenosos para o homem, apesar do bom aspecto que têm. Somente os pássaros e pequenos mamíferos podem comê-los sem que qualquer mal lhes aconteça.

Aplicações

No centro e sul da Florida, o Viburnum odoratissimum é usado para controlo de ruído, frequentemente plantada como sebe entre habitações e nas auto-estradas.

Adicionar ao comparador Ir para o comparador Ficha da especie
Seara.com